Empresa: WEDIGITEK  
〉〉 Sector: Software  
〉〉 Investimento Inicial: 10KR$  
〉〉 Faturação: 450KR$/Mês  
〉〉 Instagram: 233; Facebook: 171       


Olá! Fale-nos um pouco sobre si e sobre o seu negócio?

O meu nome é Carlos Santos, e sou um dos fundadores da WEDIGITEK.
A Wedigitek foi fundada no Brasil em finais de 2016, por dois portugueses. Desenvolvemos Software, e acabamos por nos especializar em Restaurantes Corporativos.
Focamos o nosso desenvolvimento nos restaurantes e, na criação de uma plataforma que atendesse as necessidades dos nossos clientes, que não tinham investimento em inovação.
Os nossos principais clientes são grandes players no mercado de restaurantes coletivos, ao redor do mundo, tais como GRSA/Compass Group e Sodexo, entre outros tantos. Atualmente temos uma faturação superior a R$400k mensais, este valor está indexado à quantidade de restaurantes ativos na plataforma e, de acordo com os módulos usados pelos restaurantes.

Qual é o seu background e como surgiu a ideia deste negócio?

A minha área de Formação Superior é Marketing. Desde cedo, ainda estudante do Colégio Militar, despertei interesse pela tecnologia, tendo me aprimorado de forma autodidata e buscando conhecimento não só nos livros, mas principalmente nas pessoas que me rodeavam e trabalhavam na área. Ainda na minha adolescência, abri uma loja de informática com uns amigos, a partir daí consegui perceber o cerne da vida de empresário.
Fui para o Brasil como expatriado, o meu cargo foi de Diretor de Tecnologia. Então, a inovação sempre esteve presente no meu crescimento individual e profissional.
Após alguns anos como emigrante, e depois do meu trajeto profissional ser afetado por mudanças internas na empresa, pela qual fui contratado, decidi ser a hora de colher os frutos de tantos anos fora de Portugal (conhecimento e vivência).
A ideia de negócio foi simples, numa conversa informal com amigos foi lançado o desafio de criar algo diferente no mercado de restaurantes corporativos, e começamos a imaginar o que poderíamos fazer.
A gestão de empresas já era algo que vinha a exercer de forma involuntária, devido à demanda do meu cargo como Diretor de Tecnologia. Era algo que tinha experimentado lá atrás na adolescência. Sou extremamente organizado e metódico, o que me permite “controlar” todos os passos dados e a ser dados, claro que isto só é possível devido à competência das pessoas que me rodeiam e ajudam no dia-a-dia da empresa.

Como foi o processo de lançamento do negócio?

O design do produto foi desenhado à medida das necessidades dos clientes.
Foi um desenvolvimento orgânico, feito a 4 mãos. Os inputs dos clientes foram fundamentais, o que nos permitiu otimizar as suas rotinas operacionais.
Sendo uma venda B2B é necessário priorizar uma relação de confiança com os clientes, para que sintam a segurança necessária e, o correto entendimento de que a solução irá otimizar as suas rotinas de gestão e a comunicação dos restaurantes.
A venda é feita de forma direta e com abordagem aos clientes apresentando as vantagens e o que já funciona em outros mercados.

Como foi os primeiros tempos em atividade? O que funcionou em termos de atrair os primeiros clientes?

Testamos o disparo de anúncios nas redes sociais, mas sem grande efeito. Recorremos a uma agência de comunicação para um maior alcance, mas não verificamos o efeito pretendido nas vendas.
Para o nosso tipo de negócio, o Linkedin mostrou-se ser a melhor plataforma de network, porém, através do contato direto por mensagem privada.

Como está a correr neste momento o negócio, e como prevê a evolução nos próximos 3 anos?

Primamos que a Wedigitek tenha desde o primeiro momento de criação e execução, uma estrutura bastante organizada. Isso permite-nos crescer com consciência e precaução. A nossa missão é criar um negócio que possa crescer com bases sólidas e, que mediante as adversidades externas consiga com os seus pilares suportar qualquer abalo.
Por exemplo, na atual conjuntura provocada pelo Covid-19, os nossos receios converteram-se no aumento do número de restaurantes contratados, devido a essa demanda, fizemos crescer a nossa equipa. Saímos do automático e criamos soluções que atenuassem as dificuldades dos restaurantes nesta adversidade, soluções estas dedicadas a outros nichos de mercado, as quais decidimos lançar como uma versão gratuita para os clientes. Permitindo a gestão local e automatizada sempre que acharem que é adequado, conseguindo evoluir nas várias opções que têm disponíveis.
O nosso faturamento teve uma redução considerável no início da pandemia. Vários restaurantes decidiram reduzir custos e solicitaram descontos, com o decorrer das medidas impostas à restauração, perceberam que necessitavam de atualizar de acordo com o momento as soluções que tinham contratado. Rapidamente estudamos o mercado e as suas necessidades, pensamos com a flexibilidade e a rapidez que o momento exigia. Apostamos na criatividade e inovação apresentada pela nossa equipa de desenvolvimento, assim conseguimos recuperar as quebras e devemos terminar este ano com uma faturação superior a R$5 milhões de reais .
A nossa constante vontade de expansão, trouxe-nos a Portugal no final de 2019, para a partir daqui começarmos a avançar pelo mercado europeu. No momento do arranque, fomos apanhados de surpresa pela pandemia. Mas com isto, decidimos estudar o comportamento, e as necessidades dos empresários e do mundo da restauração. Agora no último trimestre de 2021, com a melhora das condições pandémicas no Mundo, iniciamos a nossa operação pela Europa, estando já em Espanha e no Reino Unido.
Acreditando na recuperação económica do mundo, num futuro próximo iremos iniciar a operação nos Estados Unidos, que é um mercado de extremo valor e importância para o nosso negócio.

O que destaca como mais importante em termos de aprendizagem com o lançamento deste negócio que queira partilhar connosco?

A criação de um negócio, seja ele qual for, exige muita dedicação e resiliência. Exige ter as pessoas certas à nossa volta, no escopo profissional, clientes e fornecedores. Mas é de extrema importância ter um bom suporte familiar, que faz com que a máquina funcione nos bastidores.
É de extrema importância saber o que queremos e para onde queremos ir, uma das nossas prioridades é ter uma equipa com o mesmo mindset que o nosso, e só com essa comunicação e interação conseguimos remar todos a bom porto. Uma empresa não se faz apenas de uma ou duas pessoas, mas sim da soma de todas as competências, de cada um dos membros.
Conseguimos construir um produto com bons inputs dos clientes, o que vai sendo feito de forma orgânica, e obtemos feedbacks praticamente imediatos durante o desenvolvimento.
Esta parceria entre wedigitek e cliente, permite-lhes que sintam o produto como “deles”. Por vezes esta particularidade condiciona o produto no desenvolvimento de algumas funcionalidades.
Devemos por isso analisar, não só a voz dos clientes, parceiros e funcionários, mas também calcular todos os recursos e custos antes de avançar por caminhos que podem exigir um número elevado de recursos humanos e/ou financeiros, que no final não vão trazer o retorno esperado à empresa.
Escolhemos as melhores soluções, já existentes no mercado e adaptamos ao nosso negócio e necessidades de forma que nos permita reduzir o tempo e otimizar os recursos. Desta forma ferramentas disponíveis que parecem ter um custo alto, acabam por se tornarem acessíveis, pois agilizam e reduzem recursos humanos permitindo uma resposta mais rápida do que se usássemos ferramentas abertas.
Apostamos desde sempre na administração de servidores e tentamos manter as estruturas o mais rápidas e flexíveis possível.
Hábitos, ler muito sobre o tema que estou de volta no momento para tentar absorver o mais possível de cada matéria.

Conselhos para os nossos leitores e futuros empreendedores que pretendem lançar o seu negócio?

O primeiro é, efetivamente estar preparado para sentir que faltam horas aos dias. Mas nada como gerir a agenda e priorizar as tarefas que são efetivamente importantes e também os clientes.
Nunca descurar a atenção à Família, eles são um pilar muito importante para ajudar manter a nossa saúde e alegria.
Escolher muito bem os sócios e deixar definido desde o início as responsabilidades e deveres de cada um.
Conhecer bem o mercado, e concorrentes diretos, mas também aqueles que possuem produtos que podem ser substitutos em algumas valências e nos tirar vantagens.
É importante o preço, mas nunca deixar ser esse o fator predominante da contratação, pois o cliente não estará a ver o valor concreto da solução e sim o seu custo apenas.

Que plataforma web e ferramentas de marketing digital são usadas para o seu negócio?

  • Bitrix24 em migração para SalesForce - CRM
  • Slack - Comunicação Interna
  • Mautic - Outbound Mkt Tool
  • MS Teams - Online Meetings

Onde podemos saber mais sobre a sua empresa?

https://wedigitek.com; https://wefood.io (Versão para restaurantes tradicionais)
https://instagram.com/wedigitek
https://www.linkedin.com/company/wedigitek
https://fb.me/wedigitek
Nota: Vagas para recrutamento costumam ser publicadas nas redes sociais.

Fundador Wedigitek

Olá, sou o José, o fundador do PerfilEmpreendedor. Aqui entrevistamos empresários e líderes de sucesso e partilhamos as suas histórias.

Queremos ajudar a comunidade de empreendedores e futuros empreendedores a começar o seu negócio.

Estás interessado em começar o teu próprio negócio? Inscreve-te na nossa newsletter para estares sempre a par das histórias de empresários de sucesso de lingua Portuguesa, que explicam como começaram o seu negócio.

Integra a nossa comunidade:

  • Recebe conselhos úteis de empresários da nova geração sobre os desafios e as barreiras a ultrapassar num novo negócio;
  • Conecta com outros membros like-minded;
  • Obtém dicas preciosas de como começar e fazer crescer o teu negócio;
  • Recebe de forma exclusiva a nossa newsletter com os melhores exemplos de sucesso;
  • E muito mais...!
  • Deixe um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Os campos necessários estão sinalizados.

    {"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}