Empresa: COM ALMA - CREATIVE STUDIO
〉〉 Sector: Design
〉〉 Faturação: 5K€/Mês 
〉〉 Investimento Inicial: 1K€ 
〉〉 Facebook: 1.25K; Instagram: 470;       


Olá! Fala-nos um pouco sobre ti e sobre o teu negócio?

O meu nome é Susana Lopes e sou a CEO da Com Alma - creative studio, um ateliê fundado em 2015, que tem como missão criar marcas que contam histórias de gentes e do território. Fazemos um estudo ao projeto onde vamos conhecer a sua origem, o seu propósito e acima de tudo as pessoas que fazem parte do todo o processo, para que possamos recolher o máximo de informação possível e criar uma marca que comunique aquilo que é a sua essência e ao mesmo tempo diferenciação no mercado. É isto que os clientes que nos procuram querem: diferenciação, qualidade e profissionalismo. Tudo é analisado, desde o toque do papel, ao grafismo, à impressão e formato, tudo tem de comunicar essa essência.

Como estamos inseridos numa região onde o mercado Agro é muito forte, trabalhamos muito com produtores locais e em cada projeto que desenvolvemos fazemos sempre a ligação entre as marcas e o território. É deslumbrante! Existem vários pontos que têm sempre como base o local de origem e, muitas vezes, as pessoas nem sequer pensam neles, porque já estão implícitos mas quando tomam consciência é mais uma ferramenta, de grande potencial, não só para promoção das marcas mas também do território. O Branding Territorial tem sem dúvida uma capacidade gigante para o desenvolvimento e crescimento dos territórios. Em cada marca que criamos fazemos sempre esta ligação, porque ela está lá, não é, é muitas vezes explorada ou identificada.

Qual é o teu background e como surgiu a ideia deste negócio?

Sempre fui apaixonada pelas artes, desde querer ser professora de desenho a arquitecta até que no secundário a minha professora de design me diz “A tua área é esta!”. Ao início entrei em choque, já tinha tão bem definido o que queria e agora... mas com o passar do tempo fui-me apercebendo que talvez fosse realmente o design a minha paixão. Em 2000 entrei na faculdade onde me formei em design gráfico. Passei por várias empresas onde fui adquirindo muito conhecimento não só de materiais mas também em termos de processos de produção. Sempre fui muito ambiciosa, em querer saber mais e mais e ser a melhor das melhores e foi essa curiosidade e ambição que nunca me fizeram parar e ir sempre em busca do que pretendia e do que gostava. Muitas pessoas perguntam-me “Não te imaginas a fazer outra coisa pois não?” e a minha resposta é sempre muito rápida, Não!

Nos primeiros tempos foi essencial o passa a palavra, e mais tarde fomos participando em eventos, fazendo parcerias e fomos dando a conhecer a Com Alma. O networking é uma ferramenta fundamental em todo o processo de qualquer negócio.

Em 2015 nasceu a Com Alma, ao longo da minha vida profissional os clientes foram-me dando feedback do meu trabalho, da minha postura e um dia decidi que seria a minha vez de tentar. Foi a melhor decisão que poderia ter tomado. O facto de estar nesta região tive a oportunidade de ir conhecendo projetos maravilhosos e com o tempo, fui vendo que aquela ideia que nada se passa no interior do país é uma perfeita falta de conhecimento daquilo que por cá se faz. Fui-me apaixonando pelos projetos, pela região, o que me levou a tirar uma pós-graduação em Branding Territorial em 2021, e assim fazendo caminho aliando as marcas e o território dando voz a esta região.

Como foi o processo de lançamento do negócio?

Não foi difícil, já tínhamos algum mercado, felizmente os nossos clientes sempre surgiram pelo feedback de outros ou por projetos que viram nossos. Para mim é a melhor publicidade que uma empresa pode ter. Fomos crescendo aos poucos e de 1 passamos a 4 rapidamente.

Em 2019 foi um ano de grande mudança. Sempre focados com este dar voz à região criamos dois novos projetos,  em parceria com a Sandra Balau, coach na área da Liderança, os Encontros com Alma, que possibilitava aos empresários e/ou empreendedores acederam a ferramentas de desenvolvimento pessoal e profissional para implementarem nos seus negócios. Mais tarde criamos o Empreender Com Alma, um evento que tinha como objetivo fazer a ligação entre empresas do interior com o litoral, criando sinergias de crescimento empresarial e ao mesmo tempo o despertar para esta região. Esta situação da pandemia obrigou-nos a parar com a sua continuidade.

“No mercado internacional fazer parcerias com outras empresas fora da Europa, é uma grande possibilidade que estamos a trabalhar neste momento. Mais uma vez fruto do reconhecimento do trabalho que temos vindo a fazer.

Atualmente estamos a “desenhar” dois novos projetos que serão colocados na rua em 2022, mas ainda em Top Secret! Só posso dizer que serão Com Alma!

Como foi os primeiros tempos em atividade? O que funcionou em termos de atrair os primeiros clientes?

Nos primeiros tempos foi essencial o passa a palavra, e mais tarde fomos participando em eventos, fazendo parcerias e fomos dando a conhecer a Com Alma. O networking é uma ferramenta fundamental em todo o processo de qualquer negócio.

As redes sociais são um motor feroz para divulgação não só da marca pessoal mas também da marca profissional. Trabalho muito a minha marca pessoal nas redes sociais, de forma genuína, aquilo que publico sou eu, e por sua vez define muito aquilo que é o trabalho e a essência da Com Alma.

A nossa preocupação é passar sempre, de uma forma transparente, elegante, genuína e profissional aquilo que fazemos, o nosso trabalho e ao mesmo tempo quem somos. O nosso site é o reflexo disso.

Cada projeto é trabalhado de forma única, podemos ter 3 ou 4 projetos da mesma área mas a forma como os trabalhamos, comunicamos é distinta porque as pessoas também não são iguais.

Como está a correr neste momento o negócio, e como prevês a evolução nos próximos 3 anos?

Ao contrário de muitas empresas, a pandemia fez com que aumentássemos a faturação e por sua vez alargasse o trabalho que prestamos aos nossos clientes. A gestão de redes sociais, o marketing digital, nunca foi o nosso nicho de mercado, nem o é atualmente, mas a verdade é que se temos um cliente que durante esta fase sentiu necessidade de estar mais do que nunca no digital, caso contrário não venderia, nós enquanto gestores da marca e conhecedores do projeto como ninguém, sentimos necessidade de dar esse apoio e vimos necessidade de aumentar a nossa equipa para darmos resposta de forma eficaz aos nossos clientes.

Recentemente vencemos um projeto de Brand do Município do Fundão o que nos proporcionou obter um espaço cowork que nos vai permitir trabalhar numa outra região e área de negócio. Assim o esperamos. 

O mercado internacional, parcerias com outras empresas, fora da Europa é uma grande possibilidade que estamos a trabalhar neste momento. Mais uma vez fruto do reconhecimento do trabalho que temos vindo a fazer. 

O que destacas como mais importante em termos de aprendizagem com o lançamento deste negócio que queiras partilhar connosco?

Numa fase inicial é duro, até conseguirmos entender qual é o nosso foco, como queremos que os outros nos conheçam no mercado? Até conseguirmos ter esta resposta é necessário trabalhar muito, dar um passo atrás e dois à frente, cair levantar mas nunca desistir e acreditar e lutar sempre pelo que sonhamos.

Quando temos esta resposta é criar uma estratégia, focarmo-nos no objetivo, seguir caminho acompanhando sempre a evolução e alteração do mercado.

Atualmente na Com Alma temos este caminho definido, agora é angariar cada vez mais clientes e alcançar os objetivos que definimos ano após ano. Podemos dizer que 2021 estamos a um passo de alcançar o objetivo que definimos. 

Conselhos para os nossos leitores e futuros empreendedores que pretendem lançar o seu negócio?

Arrisquem, sigam a vossa intuição, muita coisa pode falhar mas essa é a nossa maior aliada.

O foco e a consciência são dois pontos que devem sempre andar lado a lado. Muitas vezes temos sempre a ideia que temos de fazer tudo na mesma altura e não é por aí o caminho. O caminho é focarmos no nosso objetivo principal, trabalhar para ele e alcançá-lo.

A humildade, honestidade são duas características essenciais. A capacidade de dizer “errei” e ser verdadeiro em tudo, com as pessoas, com os clientes e conosco, porque caso contrário a máscara um dia cai e aí já não há volta a dar. 

Que plataforma web e ferramentas de marketing digital são usadas para o teu negócio?

  • WordPress
  • Google My Business
  • Redes Sociais - Presença e Campanhas Pagas

Recomendas algum(s) livro(s) ou outra fonte de inspiração que mais te tenha influenciado?

A minha maior fonte de inspiração são as pessoas, quer pessoal quer profissional. São elas que nos fazem crescer, dando um simples conselho ou nas recomendações que fazem de nós. Adoro fazer networking, a partilha, a troca de ideias e de experiências é fabulosa.

No entanto há um autor que gosto imenso, Siomon Sinek, atualmente ando a ler "Primeiro pergunte porquê", é uma fonte de inspiração.

Livro recomendado por susana lopes


Fundadora da Com Alma

Olá, sou o José, o fundador do PerfilEmpreendedor. Aqui entrevistamos empresários e líderes de sucesso e partilhamos as suas histórias.

Queremos ajudar a comunidade de empreendedores e futuros empreendedores a começar o seu negócio.

Estás interessado em começar o teu próprio negócio? Inscreve-te na nossa newsletter para estares sempre a par das histórias de empresários de sucesso de lingua Portuguesa, que explicam como começaram o seu negócio.

Integra a nossa comunidade:

  • Recebe conselhos úteis de empresários da nova geração sobre os desafios e as barreiras a ultrapassar num novo negócio;
  • Conecta com outros membros like-minded;
  • Obtém dicas preciosas de como começar e fazer crescer o teu negócio;
  • Recebe de forma exclusiva a nossa newsletter com os melhores exemplos de sucesso;
  • E muito mais...!
  • Deixe um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Os campos necessários estão sinalizados.

    {"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}